VACINAÇÃO

290 mil doses da vacina contra a Covid-19 foram aplicadas nos grupos prioritários

Foto: Julio Cavalheiro / Secom

O balanço parcial de vacinação divulgado nesta sexta-feira, 5, pela Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina mostra que Santa Catarina aplicou, até o momento, 290.320 doses da vacina contra o novo coronavírus. Deste total, 221.391 correspondem à primeira dose (D1) e 68.929 à segunda (D2), um aumento de 22.186 doses (D1+D2) aplicadas em um comparativo com o boletim anterior, divulgado na quarta, 3 de março. O balanço é elaborado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) com informações fornecidas pelos municípios catarinenses.

Os grupos prioritários que estão sendo vacinados neste momento são: os trabalhadores da saúde, os idosos e pessoas com deficiência institucionalizados, a população indígena e os idosos com mais de 80 anos.

>>> Confira aqui o balanço parcial atualizado da vacinação contra a Covid-19 em Santa Catarina por municípios (05/03/2021)

Saúde recomenda que municípios intensifiquem a vacinação

A Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES) emitiu nota de alerta aos municípios catarinenses para que eles definam estratégias para acelerar a vacinação contra a Covid-19. O documento solicita que, a partir do recebimento de nova remessa de doses, os municípios deem imediata continuidade à aplicação das vacinas nos grupos prioritários.

"A nossa orientação é para que as doses sejam aplicadas assim que chegarem aos municípios. Caso um município encerre a vacinação nos idosos com 80 ou mais, por exemplo, ele tem autonomia para iniciar a vacinação nos idosos com 79 anos, 78 anos e assim sucessivamente", explica a gerente de imunização da Dive, Arieli Fialho.

Importante ressaltar que a pessoa só pode ser considerada imunizada após ter tomado duas doses da vacina. Além disso, a imunidade não começa imediatamente após a aplicação da segunda dose. Estudos preliminares indicam que o prazo para que a pessoa possa ser considerada imunizada, após a aplicação da segunda dose, é de 2 a 4 semanas, que é o tempo que o sistema imunológico leva para criar anticorpos neutralizantes que impedem a entrada do vírus nas células.

Por esse motivo, é de extrema importância que todos aqueles que já tomaram as duas doses da vacina continuem seguindo todas as medidas de prevenção, como o uso de máscara, higienização das mãos e distanciamento social.





EDIÇÕES IMPRESSAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 20, número 60 - sala 01 = Loteamento Helena B. Morro
Apiúna  - SC - Brasil
89135-000

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro