EDITORIAL 579

Podem explicar?

Muitos questionamentos surgem quando olhamos de forma crítica para o nosso município.

Muitos questionamentos surgem quando olhamos de forma crítica para o nosso município. Dúvidas e mais dúvidas sobre o porquê de muitas ações durante os mais de 155 anos de colonização.

Vamos lá:

  • Porque mesmo com a presença de portugueses nessas terras desde 1850 e o início da implantação da rancharia de Passo Odebrecht em 1867, a data da colonização é de 1878?
  • Qual a explicação para a mudança sistemática de nome? Bugherbach, Ribeirão Neisse, Aquidaban, Apiúna.
  • Qual motivo da não citação do nome de quem escreveu o resumo da história de Apiúna?
  • Primeiro Rodeio se emancipou, depois Ascurra e por fim Apiúna mais de 30 anos depois. Apiúna era o fiel da balança da política indaialense e isso era o que importava?
  • Apiúna sofreu com a implantação da pavimentação asfáltica e muitas propriedades ficaram abaixo do nível da rodovia em até 3 metros, mesmo estas estando inicialmente elevadas. Quem tomou essa decisão, pois aqui não havia efeito das enchentes?
  • Quando da emancipação, por que os que batalharam para que acontecesse nunca foram reconhecidos?
  • O porquê de não constar na Bandeira de Apiúna uma estrela também para os colonizadores portugueses que foram os primeiros?
  • A festa da tangerina ou Tangefest teve seu início em 1998 com o surgimento da Secretaria de Turismo. Quem foi o idealizador?
  • Aqui não existe plano diretor aplicado, só no papel para beneficiar alguns. Qual o motivo? Qual o problema encontrado para não termos a separação oficial dos Bairros? Porque por decisão unilateral de um Prefeito ou Vereador muda-se o nome de localidades e ruas sem nenhuma consulta popular?
  • Os nomes das rua não homenageiam muitos dos que lutaram pelo bem do nosso município e isso cabe explicação. Será que as indicações são apenas para angariar votos?
  • Porque os prédios públicos são sempre quadrados, sem um projeto arquitetônico, mal posicionados nos terrenos e sem nenhuma beleza?
  • Qual o motivo de tantas academias populares e parques infantis alguns que nunca foram utilizados e em lugares indevidos?
  • Por último: porque será construído mais um centro de saúde e em área do Parque Aquidaban?

Explicou

  • Para esse último questionamento recebemos a seguinte resposta do prefeito Marcelo Doutel da Silva: "O recursos chegaram para a área da saúde priorizando a construção de uma ESF para atender os bairros do Posto Fiscal e os arredores inclusive o bairro Helena Morro. Não temos recursos para adquirir outro terreno nas proximidades e o parque hoje está subutilizado. A administração pensa sempre no melhor para todos, pois a implantação desta nova unidade trará mais qualidade e humanização ao atendimento do cidadão."

Os demais questionamentos ficam para que você leitor faça uma análise sobre o futuro de nosso município. Existe a necessidade de pensarmos no futuro, para daqui a 50 anos no mínimo, pois do contrário continuaremos com nossa área urbana, nossa cidade, feia, suja e desorganizada e sem Lei.







EDIÇÕES IMPRESSAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 20, número 60 - sala 01 = Loteamento Helena B. Morro
Apiúna  - SC - Brasil
89135-000

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro