COLUNA CURTAS POLÍTICAS

MENOS 40 MILHÕES PARA AS RODOVIAS

Por Ailton de Souza Júnior, advogado.

MENOS 40 MILHÕES PARA AS RODOVIAS

O Governo Federal retirou 40 milhões do orçamento destinado para as rodovias federais de Santa Catarina, no caso, a duplicação da BR 470 e a 163 foram atingidas.

Os prefeitos de todo o Vale do Itajaí com razão, reclamaram da ação do Governo Federal, que justifica, que os compromissos de 2021 foram todos honrados e que não haveria como gastar a quantia nestes 2o dias que restam de ano.

A grande verdade é que quanto mais dinheiro, mais rápido a obra andará. Ao retirar esta verba, parece que o governo federal se aproveita do fato do governo estadual injetar recursos nas obras, e por isto, sentimo-nos lesados duas vezes.

Primeiro a obra é federal e o governo estadual injeta recursos para ajudar o negócio a fluir, depois vendo os recursos estaduais, o governo federal diminui o orçamento e deixa a conta para o estadual. O pacto federativo está cada vez mais injusto.

PENINHA PODE SER MINISTRO

Depois de oito mandatos, o deputado federal, Rogério Peninha Mendonça (MDB), decidiu que não concorrerá as eleições em 2022. Peninha já abriu espaço em 2020 para seu suplente Jorge Goetten (PL) assumir o mandato por 4 meses e poderá novamente ceder a cadeira a Jorge que é candidato em 2022.

Em Abril de 2022 haverá descompatibilização de pelo menos 12 ministros, que irão concorrer as eleições, e com isso, Peninha, que é de confiança do Presidente Bolsonaro, é cotado para assumir algum Ministério. A depender do resultado, Peninha pode colocar mais um cargo em sua brilhante carreira política.

DÉCIO LIMA ENFRENTARÁ CONCORRÊNCIA INTERNA AO GOVERNO

O professor aposentado de Direito Ambiental da UFSC, Rogério Portanova, se filiou ao PT nesta quarta-feira e terá o nome colocado como pré-candidato ao Governo pelo partido, junto com o presidente estadual da sigla, Décio Lima. O ato de filiação acontece no gabinete do deputado Fabiano da Luz, do PT, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Portanova chegou a concorrer em algumas eleições, mas, não obteve sucesso.

PASSAPORTE VACINAL EM SANTA CATARINA É DEBATIDO NA ALESC

Liberdade, ideologias, ciência, negação, realidade. De tudo isto tem um pouco no debate que acontece na ALESC acerca de 3 projetos de lei que pretendem proibir a criação do "passaporte vacinal da covid-19" no estado de Santa Catarina.

O projeto mais amplo de todos, de autoria da deputada Ana Campagnolo (PSL) pretende além da proibição da criação do passaporte vacinal, a proibição da obrigação das pessoas se vacinarem. Os 3 projetos foram apensados e tramitarão em conjunto. Embora o passaporte vacinal seja uma medida enérgica e complexa, diversos estados e países estão criando tal regramento, para fazer com que a sociedade se conscientize de alguma forma da necessidade da vacina, ou de medidas de proteção contra Covid-19.

Em Blumenau, o Prefeito Mário Hildebrandt (PODEMOS), por meio de uma portaria, estabeleceu um prazo para os servidores comissionados apresentarem certificado de vacinação, sendo que de 268 servidores, apenas 2 foram exonerados por não terem tomado a vacina, e se recusado a tomar.

JORGINHO ACENA PARA PP E REPUBLICANOS

Com a vinda de Bolsonaro ao PL, o senador Jorginho Mello (PL), tenta trazer para seu grupo de aliados nas eleições de 2022 os partidos PP e Republicanos que fazem parte do grupo de apoio ao Presidente. Se conseguir, Jorginho terá um dos maiores partidos do estado em sua coligação, o PP, que trará profundidade e densidade eleitoral que tanto busca. Na contramão da ideia de Jorginho, o senador Esperidião Amin (PP) desceu "a lenha" no Governo Federal pela retirada dos 40 milhões do orçamento de 2021 das BR´s 470 e 163. Em vídeo publicado o senador tratou do tema como um "escárnio com o povo catarinense".







EDIÇÕES IMPRESSAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 20, número 60 - sala 01 = Loteamento Helena B. Morro
Apiúna  - SC - Brasil
89135-000

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro