GASTRONOMIA

O Dono do Sabor

Sérgio Hening é um dos Chefs de cozinha mais renomados e requisitados de Santa Catarina

Com sete anos no mercado, o "Dono do Sabor" já é uma marca forte no Litoral catarinense. Surgiu da paixão do professor de sociologia, Sérgio Hening, por culinária. Sérgio é bem conhecido no meio acadêmico de Gaspar, onde deu aulas em todas as escolas e na Marcos Konder, em Ilhota. A culinária entrou definitivamente na sua vida em 2016, quando se mudou para o litoral.

Sua paixão pela cozinha veio da infância.

"Quando eu tinha 12 anos, meus pais trabalhavam fora e minha mãe deixava a comida pronta para eu esquentar e isso foi me incentivando nos afazeres da cozinha. Eu me sentia replicando os pratos. Certo dia falei para minha mãe que ela não precisava deixar a comida pronta, pois eu iria fazer e ela deixou."

Sérgio não abandonou totalmente o Magistério, mas a brisa do mar o conduziu pelo caminho da gastronomia. Ele prepara verdadeiras obras de arte na cozinha e que encantam as pessoas, muitas da alta sociedade que tem um paladar bastante apurado. O curioso é que o chef Sérgio jamais repete uma receita.

"O "Dono do Sabor" é a ideia de personalizar um jantar ou um almoço, e o meu diferencial está nos temperos, por isso se o cliente me pede para repetir um prato que eu preparei em outro evento, eu digo não", revela o chef.

Sérgio classifica o "Dono do Sabor" como uma instituição em função do respeito que tem pela culinária e pelas pessoas que o contratam. "Não é simplesmente colocar as coisas na panela e cozinhar, é buscar a essência do sabor, proporcionando às pessoas uma nova experiência", explica.

Sérgio já esteve na Itália, onde cozinhou com os renomados chefs Andréa e Minella, e na Espanha onde teve uma experiência culinária incrível no mais antigo restaurante do mundo, o Sobrino de Botin, em Madrid, oficialmente aberto por volta de 1620. No Peru, uma das suas primeiras viagens internacionais, lhe trouxe muito do conhecimento que aplica hoje nos pratos que prepara. "Eu sou fã da culinária Latino Americana, porque as pessoas imaginam que só se come batata, milho e chancho (porco), e não é verdade. A culinária do nosso continente é riquíssima", observa.

Mais sobre Sérgio Hening

Sérgio Hening tem 47 anos e é natural de Otacílio Costa. Saiu de sua cidade aos sete anos e é Chef de cozinha desde 2014.

Para Sérgio, ser um "Personal Chef" - ele atende os clientes em casa - é proporcionar para as pessoas uma experiência gastronômica única e maravilhosa.

Tem adoração por qualquer prato da gastronomia, mas o que dá muita satisfação a ele é servir as sequências de mignon em três modos. Utiliza como base um risoto especial preparado com seus temperos especiais juntamente com medalhão de mignon.

"Sempre que sirvo é exclusivo. Nunca faço um prato igual ao outro."

RECEITA

Gnocchi flor de Tuna

INGREDIENTES

200 gramas de gnocchi caseiro ou comprado

Dois tomates maduros picado

Uma cebola média picada

100 gramas de salame italiano ralado

Duas fatias de lombo suíno defumado

Duas colheres de mel

50 gramas de parmesão ralado

MODO DE PREPARO

Cozinhar gnocchi em fogo médio.

Refogar em uma wok ou frigideira o tomate e a cebola, temperar com sal e pimenta, deixar apurar em fogo baixo. Em seguida colocar salame ralado para encorpar o molho.

Em uma wok ou frigideira colocar as fatias de lombo defumado, deixar tostar dos dois lados. Em seguida acrescentar duas colheres de mel e deixar caramelizar rapidamente.

Desligar e finalizar com gnocchi.






EDIÇÕES IMPRESSAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 20, número 60 - sala 01 = Loteamento Helena B. Morro
Apiúna  - SC - Brasil
89135-000

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro