ECONOMIA

Obras em andamento da SCGÁS vão ligar mais 680 clientes

Foto: DIVULGAÇÃO

A Companhia de Gás de SC (SCGÁS) está com obras de ampliação da rede de distribuição de gás natural em nove municípios do Estado durante o mês de abril. As obras acontecem nas cidades de Balneário Camboriú, Blumenau, Brusque, Criciúma, Florianópolis, Itajaí, Pouso Redondo, São José e Tubarão. Com a ampliação das redes, a SCGÁS espera iniciar o fornecimento de gás natural a mais de 680 clientes entre unidades residenciais, indústrias e estabelecimentos comerciais. Ao todo, serão implantados cerca de 6 km de rede no período.

A execução das obras faz parte do maior pacote de obras da Companhia. Até o final do ano, a SCGÁS projeta investir mais de R$ 60 milhões para implantação de 80 quilômetros de rede. Nos próximos quatro anos, o Plano Plurianual de Negócios contempla mais de 500 km adicionais de rede de distribuição, com foco na interiorização da oferta do energético no território catarinense. Entre as obras, destaca-se o trecho de Pouso Redondo à Ponte Alta, que faz parte do Projeto Serra Catarinense, o maior projeto de expansão de redes em curso no país.

As obras em execução utilizam o método não destrutivo, sem abertura de valas, com o objetivo de gerar o menor impacto nas vias e nos pavimentos existentes. "Fazemos um furo a cada 100 metros aproximadamente e implantamos a rede de distribuição de gás natural por baixo da via de rolamento, com uma máquina de furo direcional específica para esta finalidade, monitorando seu traçado através de uma sonda que possibilita ainda preservarmos as demais infraestruturas existentes no subsolo", explica o engenheiro Carlos Caram, fiscal nas obras de Balneário Camboriú.

Na cidade, as obras têm o objetivo de conectar novos condomínios residenciais, fruto de parcerias firmadas com as principais construtoras no município. Atualmente, quase 16 mil unidades residenciais são abastecidas com gás natural no Estado.

Além das obras nos centros urbanos, a Companhia está executando obras de reposicionamento da rede na BR-470, em razão da duplicação da rodovia. O engenheiro Rodrigo José Schappo, que atua na fiscalização deste trecho, pontua que a obra é de grande porte e é executada de modo a não interromper o fluxo de gás natural, ocorrendo com a rede em funcionamento.

"São obras que exigem muita técnica, pois transferimos a operação para uma rede nova, sem a necessidade de parar o abastecimento dos clientes, ou seja, o fluxo de gás natural se mantém contínuo e ininterrupto", explica.





EDIÇÕES IMPRESSAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 20, número 60 - sala 01 = Loteamento Helena B. Morro
Apiúna  - SC - Brasil
89135-000

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro