INDÚSTRIA

Desempenho da indústria catarinense será acima da média nacional em 2022

Para Fiesc, crescimento se dá pelas características de diversidade da indústria no estado

Foto: RCN

A expectativa da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) é de que, mesmo com as restrições ao crescimento econômico, o desempenho das indústrias catarinenses será acima da média nacional, neste ano. Para o presidente da Federação, Mário Cezar de Aguiar, o crescimento se dá em função das características de diversidade da indústria no estado e do dinamismo do empresário catarinense.

De acordo com o Banco Central, a estimativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para 2022 é de 0,3% no Brasil. Em Santa Catarina, o crescimento esperado é superior a 1%. No ano passado, a produção da indústria catarinense teve um aumento de 10,3%, sendo o segundo maior crescimento do país, ficando atrás apenas do Espírito Santo. O valor é mais que o dobro da média nacional, que foi de 4,3%. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referentes ao acumulado de 2021.

O resultado foi impulsionado, principalmente, pelo crescimento da indústria automotiva e de máquinas e equipamentos, assim como o de máquinas e insumos industriais, que respondeu ao aumento da demanda internacional.

O crescimento indica uma recuperação expressiva das restrições econômicas geradas pela pandemia. "A diversidade econômica, o nível de competitividade e a rápida adaptação dos processos produtivos por parte da indústria fez com que o setor já retomasse o patamar pré-pandemia em setembro de 2021, cinco meses antes da média nacional", finaliza Aguiar.

Fernanda Kleinebing | Agência Adjori SC de Jornalismo






EDIÇÕES IMPRESSAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 20, número 60 - sala 01 = Loteamento Helena B. Morro
Apiúna  - SC - Brasil
89135-000

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro