Rosama.png
VIVER E CONVIVER

Projeto de Vida

Se permita mudar um pouco de expectativa

Janeiro é um mês que agrega muita energia, pelo fato de nos propormos a esquecer aquilo que nos afligiu durante o ano anterior, damos uma pausa no "modo automático" interno e determinamos novas metas. Tem algo de renovação em janeiro, afinal, é um reinício. Mas como enfrentar esse recomeço? Como manter as metas e projetos e sentimentos ao longo de todos os outros meses do ano? Talvez você já mentalmente reformulou metas para o novo ano: "vou cuidar mais de mim", "vou emagrecer", "vou ler mais", "vou fazer alguns cursos", "vou economizar mais" e tal. Mas, o momento de mais oportunidade de refletir e também rever o que aprendeu e o que não quer mais, analisar essas metas. Mas, e suas metas no ano que passou, você descontinuou, em algum momento, para avaliar se você as cumpriu? Vamos precisar fazer um pouco diferente dessa vez! Antes de nos despedirmos do ano que passou, vamos dar uma olhada na lista do ano passado? Se permita mudar um pouco de expectativa. Faça uma pausa para refletir e uma autoavaliação sincera do ano que passou.

Pegue papel e caneta e responda:

? Como foi o ano passado?

? O que mais te marcou?

? O que você mudaria?

? O que te fez bem?

? Quem esteve perto de você?

? Em uma escala de 0 a 10, o quanto você se priorizou nesse ano?

? Pelo que você é grato?

? Você foi a pessoa que

você gostaria de ter sido?

? Qual palavra você usaria para definir o ano que passou?

? E qual sentimento poderia defini-lo?

Olhando as realizações do ano passado e fazendo uma reavaliação:

? Quais delas você cumpriu?

? Quais você não cumpriu?

? Por que você as cumpriu ou por que não conseguiu cumpri-las?

? Quais se modificaram ao longo do ano?

? Das metas que você tinha definido, de qual você se lembra até hoje com mais facilidade?

Com essas reflexões em mente, fica mais fácil pensar nas metas deste ano que se inicia e nas ferramentas que precisamos para tornar o que está apenas na nossa imaginação em realidade.

Muitas vezes, colocamos coisas grandiosas e com pouca prioridade, muito idealizadas, não reais. Você pode até pensar: " mas a meta não é para ser cumprida ao longo do ano? Tenho muito tempo para atingi-la! " Mas depois de ter refletido sobre as metas do ano passado, dá para começar a perceber que não é bem assim que funciona?

Podemos até ficar determinados durante algumas semanas, mas, depois disso, talvez por não visualizar tantos resultados ou até pelas novas cobranças e responsabilidades que vão aparecendo em nossa vida, simplesmente acabamos deixando algumas coisas de lado.

Por isso, pensar e colocar passo a passo, ajuda a não se frustrar perder energia. Vale também sempre lembrar do méritos e conquistas do ano que passou. Pode ser coisas simples que você conquistou e superou desafios. Dando-se mérito não pela perfeição mais pelos progressos feitos.

Bibliografia: Metas, autoestima e saúde mental:
fazendo escolhas para o ano que começa. Um ebook do Instituto Viae em parceria com o Instituto Janeiro Branco.
https://www.institutoviae.com.br/ , 2021






EDIÇÕES IMPRESSAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 20, número 60 - sala 01 = Loteamento Helena B. Morro
Apiúna  - SC - Brasil
89135-000

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro