Rosama.png
VIVER E CONVIVER

Ninguém muda ninguém

Por ROSANA CHISTE psicóloga / CRP 1208531

Muitas vezes fica-se incomodado com o comportamento de outras pessoas da própria convivialidade ou de terceiros. Isso é um engano que podemos mudar outra pessoa. Ninguém muda ninguém, ao menos que a pessoa queira. Então, podemos economizar o tempo e os nervos. E viver a realidade.

Mudança é uma palavra intensa que assusta a maioria das pessoas. Ninguém muda da noite para o dia. Mudamos quando a vida exige um comportamento mais maduro e sério.

A mudança não é por alguém. Se acontece a mudança é porque a vida exige um comportamento mais consciente, mais sério. Quando as circunstâncias exigem amadurecimento e postura diante dos acontecimentos. A mudança acontece quando a vida bate tão forte que a temos que largar certas posturas rígidas para não se quebrar.

Mas, sempre tem várias opiniões da sociedade, que tem aquelas frases mágicas e ilusórias, como se a fidelidade estivesse presa a um sentimento e não ao caráter. As pessoas necessitam deixar de se iludir com o que lhes é conveniente. Ninguém muda ninguém.

A pessoa tem o tempo de aprendizagem delas. Pode-se ser a melhor pessoa do mundo, a melhor esposa ou o melhor esposo, o melhor amigo ou amiga, os melhores pais, a mulher magnifica ou homem magnifico. Se a pessoa quiser, não vai parar de viver a vida que acha que está nas suas convicções.

Não vão parar de beber porque ama ele(a), vai parar quando a saúde ficar muito afetada, até parar em um hospital ou limitar a sua vida. O que faz as pessoas criarem maturidade e mudarem suas convicções do mundo e ações são as vivencias que adquiriram com a vida, e só isso. A pessoa mudará se quiser por outros motivos.

As vezes elas sempre foram do jeito que são e captamos apenas uma parte do seu espectro, projetamos muitas vezes a pessoa que temos no imaginário e construímos essa imagem, com o passar do tempo a pessoa é a pessoa. E se criamos muita expectativa essa imagem que criamos se destrói, pois estava só na nossa projeção. Mas, pode ser reconstruído sem projeções, com um olhar que chamamos de amor a segunda vista, isto é, vemos também outros traços do caráter dessa pessoa e começamos a admirar suas nuances que estavam escondidas por trás de tudo que havíamos projetado, enxergando assim o seu ser como uma totalidade com suas reais características e assim acontece o amor a segunda vista, apenas aceitando as qualidades e os defeitos do seu parceiro(a), tornando o relacionamento mais leve e maduro.







EDIÇÕES IMPRESSAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 20, número 60 - sala 01 = Loteamento Helena B. Morro
Apiúna  - SC - Brasil
89135-000

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro