CORONAVÍRUS

Número de infectados com Coronavírus sobe para 163 em Santa Catarina

Em coletiva de imprensa, governador Carlos Moisés defendeu medidas de abertura econômica: 'É um plano de convívio com o vírus'

A Secretaria da Saúde atualizou o número de casos confirmados de Coronavírus em Santa Catarina na noite desta sexta-feira, 27. Foram registrados 163 pacientes com a doença, em todas as regiões do Estado.

Ao todo, são 33 cidades atingidas:

  • Florianópolis (27),
  • Itajaí (18),
  • Criciúma (12),
  • Blumenau (12),
  • Balneário Camboriú (9),
  • Braço do Norte (9),
  • Tubarão (8),
  • São José (8),
  • Joinville (8),
  • Imbituba (5),
  • Camboriú (4),
  • Chapecó (4),
  • Gravatal (3),
  • Navegantes (3),
  • Porto Belo (3),
  • Jaraguá do Sul (2),
  • Jaguaruna (2),
  • Rancho Queimado (2),
  • Siderópolis (2),
  • Antônio Carlos (1),
  • Balneário Arroio do Silva (1),
  • Canelinha (1),
  • Gaspar (1),
  • Içara (1),
  • Itapema (1),
  • Lages (1),
  • Laguna (1),
  • Pomerode (1),
  • São Ludgero (1),
  • São Pedro de Alcântara (1),
  • São Lourenço do Oeste (1),
  • Tijucas (1),
  • Timbé do Sul (1). 

Além disso, são mais cinco casos registrados de pacientes de outros estados e três, de outros países. Santa Catarina registrou um óbito pela doença.

O governador Moisés voltou a defender as medidas de retomada da economia. "A partir desses 15 dias de quarentena a população entendeu a gravidade da situação. Agora, nós vamos voltar e ter muito cuidado. As atividades começam a funcionar, mas funcionar com critérios. As pessoas ainda devem evitar aglomerações", disse.  

Nesta quinta, 26, o Executivo apresentou um plano de ação em que prevê a volta de bares, restaurantes, comércio em geral, shoppings e outros estabelecimentos na próxima quarta-feira 1º.  

Moisés ainda rechaçou a ideia de que a medida de liberar o comércio seja irresponsável. "Pela experiência que nós temos o contágio é inevitável. O que nós queremos fazer é que essa curva se alongue um pouco mais. É um plano de convívio com o vírus. E por isso a retomada das atividades é com restrições. Nós não vamos permitir missas, cultos, cinemas, baladas, nada disso é permitido. Nem o transporte público", afirmou.  

Além disso, falou sobre os impactos no próprio orçamento do poder público. "Nós estamos esperando nos próximos dois meses uma perda de arrecadação de R$ 1 bilhão", afirmou.  

Segundo o secretário de Saúde, Helton de Souza Zeferino, Santa Catarina deve receber novos testes para Covid-19 nos próximos dias. "Entre hoje ou amanhã nós receberemos novos insumos, cerca de 280 kits de análise. Temos alguma coisa em estoque, mas tem gerado alguma preocupação porque o Brasil tem aumentado a necessidade de kits. Estamos buscando através de outros equipamentos em algumas regionais para que a gente possa aumentar ainda mais a nossa capacidade de análise", afirmou. 





EDIÇÕES IMPRESSAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 20, número 60 - sala 01 = Loteamento Helena B. Morro
Apiúna  - SC - Brasil
89135-000

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro