EDITORIAL 466

Sem Palavras

Até quando Apiúna sofrerá com o vandalismo de tudo quanto é tipo sem punição?

Olá!!!  

Muito triste estou com o ocorrido lá no topo do nosso imponente Morro Dom Bosco.

Não consigo entender como um vaga-bundo, safado, fdp desses pode destruir o maior patrimônio histórico-cultural de nossa terra.

Desculpem os palavrões, mas não tenho palavras para descrever minha indignação.

Primeiro, há tempos, um grupo com a desculpa de limpar o local retirou e jogou fora toda a documentação, objetos de promessas de devotos e imagens sacras. Relíquias com mais de 70 anos. Até hoje nada foi feito com quem depredou e quem deu a chave para pessoas que nem são ligadas a comunidade católica acessar a capela.

Agora, uma pessoa com um enxadão e uma muda de árvore foi vista subindo o morro e logo após as pessoas que cuidam do local se depararam com a enorme destruição: todas as Estações da Via Sacra, a porta da capela e a estátua de Dom Bosco foram destruídas.

Só para esclarecer: o local é área pública de preservação ambiental e patrimônio histórico de Apiúna; lá não pode ser plantado árvores sem análise, pois será modificada a flora local.

Até quando Apiúna sofrerá com o vandalismo de tudo quanto é tipo sem punição? Cadê o trabalho comunitário para o vagabundo que roubou as flores da Rua Joinville? E para quem está destruindo a sinalização das ruas?

Essas câmeras de segurança não servem para nada? Por que não identificaram esses vândalos ainda?

Muito difícil de entender...





EDIÇÕES IMPRESSAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 20, número 60 - sala 01 = Loteamento Helena B. Morro
Apiúna  - SC - Brasil
89135-000

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro