OPINIÃO

A OPULÊNCIA DO PODER

Os poderes constituídos deste país agem de forma a enxergarem apenas seus próprios umbigos, sem verem sequer 30 cm além de seus narizes

Estamos vivendo momentos de extrema dificuldade em um país que está há décadas sob um regime judiciarista onde o poder financeiro impera e age sem dó nem piedade sob a batuta dos "deuses de toga". 

Se não bastasse tudo o que estamos enfrentado diante de todo este cenário, somos surpreendidos todos os dias com decisões esdrúxulas desses que vivem com salários astro-nômicos pagos pelo cidadão. Comparados com os demais, simples mortais desse país, os mesmos vivem como reis e rainhas de contos de fadas.

Precisamos urgente de uma mudança em nosso sistema político, pois nos tempos de Ali Babá eram 40 os ladrões e hoje só nas cortes palacianas do legislativo são quase seiscentos. No Judiciário cada "deus" possui mais de duzentos assessores e assim segue tudo no ritmo de marcha de carnaval: "mamãe eu quero... mamãe eu quero mamar..."

Até quando os poderes constituídos deste país - executivo, legislativo e judiciário - continuarão agindo de forma a enxergarem apenas seus próprios umbigos, sem verem sequer 30cm além de seus narizes?

Até quando continuarão com a gastança sem nenhum remorso ou preocupação?

Senhores mandatários deste país, déspotas sem sangue azul, cuidado ao carregarem demais as "mulas" para que as mesmas não sucumbam ao peso excessivo e venham a morrer ou então a debandarem-se em uma fuga desenfreada.

Talvez até mesmo rumando para uma grande rebelião.





EDIÇÕES IMPRESSAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 20, número 60 - sala 01 = Loteamento Helena B. Morro
Apiúna  - SC - Brasil
89135-000

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro