VARIEDADES

Feira dos Países em Florianópolis deve receber mais de 4 mil pessoas apenas na última semana do ano

25 Dezembro 2018 09:35:00

Evento, já aberto para visitação, permite aos visitantes uma viagem pelo mundo através do artesanato de 14 diferentes países

Foto: Divulgação

Com as festas de final de ano, a Feira dos Países, em sua terceira edição em Jurerê - Florianópolis, prevê que mais de 4 mil pessoas devam passar pelos 30 estandes, nesta última semana do ano, para conhecer a cultura de 14 países diferentes através do artesanato. A Feira segue até o dia 10 de fevereiro, porém deve ser muito procurada nesta última semana do ano, devido à variedade de opções para presentes e lembranças para as festas de final de ano.

Conforme uma das organizadoras, Carolina Ribeiro, o evento oferece muito mais do que uma gama de peças artesanais, mas sim arte e cultura. "Quem visita a Feira fica encantado com as curiosidades dos países presentes. Cada peça tem uma história", comenta. A Feira tem visitação gratuita e é aberta todos os dias, das 17h à meia-noite.

  No evento é possível encontrar uma grande variedade de artesanato: peças de decoração, acessórios, bijuterias, luminárias, cerâmicas, sandálias, joias, móveis, tecidos, colchas, almofadas, entre outros objetos. Conforme Lourdes Makowiecky, também organizadora, além ser uma ótima oportunidade para adquirir peças artesanais, a Feira dos Países proporciona um mergulho na cultura de cada país representado por seus artesãos locais. "O objetivo é valorizar o trabalho artesanal e estimular o interesse e a admiração dos visitantes em relação aos costumes e a cultura dos países presentes, como Índia, Turquia, Senegal, Egito, entre outros", destaca. 

  Mais de 10 mil peças de altíssima qualidade estão disponíveis para venda na Feira dos Países, com valores que variam entre R$ 5,00 e R$ 10 mil. "A grande maioria das peças foi produzida por famílias e comunidades que vivem da arte, e na maioria dos estandes são os próprios artesãos que recepcionam os visitantes", explica Lourdes. Os artesãos vêm de seus países de origem especialmente para a Feira. 

Em 2018 a Feira dos Países também passou por outras cidades brasileiras como Brasília, São Carlos, Vila Velha, Ribeirão Preto, Bauru e Jundiaí.

  Confira um pouco do que alguns expositores trouxeram para o evento: 

- O Peru está presente com roupas típicas em lã de alpaca e lhama, além de cachecóis, espelhos decorativos, cerâmicas que representam o dia a dia dos camponeses peruanos, presépios típicos, mochilas e acessórios.

- A Turquia mostra os lustres, pratos decorativos, porta velas, cerâmicas e olho Turco (ou olho grego).Madagascar, representado por Cheikh Ahmed AhmedTidiane Sene, traz joias de design único com pérolas barrocas, esmeraldas, turmalinas, rubis, coral e lápis lazuli.

- A Índia está presente com acessórios, colchas, móveis em madeira teka; e o Senegal vem com uma diversidade de tecidos e roupas coloridas, além das máscaras exóticas.

Dariele Gomes - Atré Comunicação Personalizada




EDIÇÕES IMPRESSAS



COLUNISTAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 100 78 fundos sala 02, Loteamento Dona Helena Morro
Apiúna - SC - Brasil

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro