GERAL

Disputa acirrada marca a 21ª edição do Prêmio Adjori/SC de Jornalismo

Com 191 trabalhos inscritos, o Jornalismo Impresso mantém a tradição e figura como a categoria mais concorrida. Nove quesitos definem a classificação nessa área

Foto: DIVULGAÇÃO

Consagrado como o maior concurso jornalístico de Santa Catarina e entre os maiores do país, o Prêmio Adjori/SC de Jornalismo - Troféu Luiz Henrique da Silveira registra nesta 21ª edição mais de 300 trabalhos inscritos com avaliação muito positiva pela equipe de jurados. São quatro diferentes comissões julgadoras, integradas por profissionais de reconhecida expertise em suas áreas de atuação, responsáveis pela definição dos melhores no Jornalismo Impresso, Jornalismo On-line, Publicidade & Propaganda e Área Acadêmica. No total, 32 jornais e 13 produções acadêmicas, de Graduação e Pós Graduação, disputam troféus e menções honrosas.  

Jornalismo Impresso 

A categoria Jornalismo Impresso, que deu origem ao concurso, é tradicionalmente a mais concorrida. São avaliadas e premiadas oito diferentes áreas da produção jornalística: Apresentação Gráfica, Caderno Temático, Charge/Ilustração, Coluna/Crônica, Editorial, Fotografia, Reportagem Livre e Reportagem Pautada. Os jornais concorrentes são avaliados, também, pelo Conjunto da Obra, cuja nota é somada às obtidas nos demais quesitos para definir a classificação na categoria Jornalismo Impresso. Ao todo, foram inscritos 191 trabalhos jornalísticos no segmento impresso nesta 21ª edição do Prêmio. 

Publicidade & Propaganda:  

Desde a quarta edição, o concurso jornalístico da Adjori/SC destaca os melhores trabalhos na área de Publicidade & Propaganda, visando estimular a criação publicitária nas redações e aproximar as agências de publicidade do mercado editorial interiorano. Com o passar dos anos, a categoria foi se ampliando e hoje premia Anúncio e Campanha elaborados pela equipe do jornal; Anúncio e Campanha criados por Agências. A classificação dos melhores nessa área é definida pela soma das notas obtidas nos quatro quesitos, veiculados em jornais associados. Ficam de fora anúncios e campanhas produzidos para os governos estadual e federal e suas autarquias. No total, 66 peças publicitárias concorrem a troféus nesta 21ª edição do Prêmio. 

Jornalismo On-line 

Com o avanço das mídias digitais, em 2006 o concurso jornalístico passou a premiar os melhores sites de jornais filiados à Associação e integrados à plataforma da Adjori/SC. Na 19ª edição do Prêmio, um novo item foi integrado à disputa: Reportagem Multimídia. O desempenho dos concorrentes nesses dois quesitos é que define a classificação no Jornalismo On-line. Nesta 21ª edição, 17 Sites e 15 Reportagens Multimídia, postadas nas respectivas redes sociais das empresas jornalísticas associadas, disputam premiação. 

Área Acadêmica  

Em 2010, o Prêmio AdjoriSC introduziu a categoria Área Acadêmica, abrindo a participação no concurso para produções textuais com temas relacionados à Comunicação e defendidos por acadêmicos ligados a jornais associados ou não. A partir da edição de 2018, a categoria Área Acadêmica passou a premiar, com troféu, um trabalho de Graduação e um trabalho de Pós-Graduação. Nesta 21ª edição, 13 produções acadêmicas, de seis diferentes instituições de ensino universitário, estão concorrendo à premiação. A qualidade das peças inscritas foi ressaltada pelo professor Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira, da Unochapecó. "Registro a maior qualificação dos trabalhos apresentados, em termos de variedade dos temas, aprofundamento das análises e embasamento teórico". 

Comissão Julgadora - edição 2020 

Jornalismo impresso 

Profissionais de Imprensa 

Adriana Maria Fernandes - Fecomércio SC 

Antonio Mafalda - Mafalda Press  

Celso Vicenzi - Sicoob  

Ivonei Fazzioni- Fiesc  

Leonardo Estrella - SCGÁS  

Letícia Póvoas - Fecam  

Marco Aurélio Gomes - Acaert  

Marcos Bedin - MB Comunicação  

Moacir Loth - articulista  

Plínio Bordin - Foto Arte  

Ricardo Stefanelli - Casan  

Rogério Martorano - colunista  

Sandra Werle - Letra Editorial  

Sara Caprário - Letra Editorial  

Sílvia Chioca - Facisc 

Willian Máximo - consultor 

Professores de instituições de ensino superior   

Clóvis Geyer - UFSC  

Israel Braglia - UFSC  

Gabriela Mager - UDESC  

Laudelino Sardá - UNISUL  

Luciano de Castro - UFSC  

Maria Elisa Máximo - Bom Jesus/IELUSC  

Marli Vitali - SACT  

Maríia Matos Gonçalves - UFSC  

Raquel Wandelli - UFSC  

Roberto Forlin - UNISUL  

Sílvio Melatti - Bom Jesus/IELUSC  

Vera Lúcia Sommer - UNIVALI  

Vicente Concílio - UDESC  

Publicidade & Propaganda   

Professores e Profissionais da área   

André Luiz Vailati - UNIVALI  

Carlos Stegemann - Palavra Comunicação  

Deborah Sabatini Silva - BRDE  

Fernando Pereira Oliveira - Produtora 30 Por Segundo 

Geovana Cristina Pavei - UNIVALI  

Jailson José de Sá - Portal Acontecendo Aqui  

Jana Mafalda - Mafalda Press  

Júlio Pimentel - consultor publicitário  

Lúcia Helena Vieira - Assembleia Legislativa de SC  

Mateus Vilela - UNISUL  

Mauro Fucilini - UNISUL  

Paulo Scarduelli - Scarduelli Comunicação  

Jornalismo On-line   

Professores e Profissionais da área  

Alexandre Lenzi - UFSC  

Eumar Silva - IBES  

Helena Cerquis - UNISUL  

Marcelo Barcelos - UFSC  

Vanessa Pedro - UNISUL  

Wagner Luís Bee - consultor  

Área Acadêmica   

Professores-mestres, doutores  

Carlos Praxedes - UNIVALI   

Giovanna Benedetto Flores - UNISUL  

Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira - UNOCHAPECÓ  

Lize Búrigo - SATC  

Paulo Ivo Koehntopp - ACAFE  

Regina Zandomênico - ESTÁCIO





EDIÇÕES IMPRESSAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 20, número 60 - sala 01 = Loteamento Helena B. Morro
Apiúna  - SC - Brasil
89135-000

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro