GERAL

Chuvas de junho amenizam efeitos da estiagem em Santa Catarina

Primeira quinzena já registrou volumes superiores ao esperado para todo o mês em oito regiões do Estado

Foto: Fonte: Epagri/Ciram

Segundo relatório apresentando pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), das dez regiões de Santa Catarina consideradas pela Empresa, em oito as chuvas registradas na primeira quinzena de junho já atingiram toda a média esperada para o mês. As regiões abaixo da média - serrana da Grande Florianópolis e Litoral Sul - estão a menos de 10 mm de atingirem a marca. 

O maior volume foi registrado no Extremo-Oeste (217,1 mm), região que tradicionalmente tem a maior quantidade de chuvas no Estado durante o mês. Já maior diferença da média mensal foi percebida no Oeste, (216,2 mm), com 67,4 mm a mais do que costuma chover no período. Algumas cidades inclusive registram alagamentos e danos por conta das fortes chuvas.

As duas regiões já vinham registrando volumes consideráveis de precipitação desde o mês anterior. O Oeste e o Extremo-Oeste foram as únicas de Santa Catarina onde choveu acima da média histórica no mês de maio.

As chuvas de junho aliviaram um situação de estiagem no Estado, principalmente no que diz respeito ao abastecimento. Na comparação com o boletim anterior da Epagri, 16 estações hidrológicas entraram em situação de normalidade. Atualmente, Santa Catarina tem oito estações com situação de estiagem, sendo que cinco estão na condição de emergência. 

A previsão para a segunda quinzena do mês é que volte a chover no Estado, principalmente entre os dias 24 e 26. "Com as chuvas esperadas para o fim do mês, todas as regiões devem finalizar junho com volumes superiores às médias históricas do período", explicou a Epagri em relatório.

Precipitação na primeira quinzena de junho (variação com a média histórica para todo o mês): 

Extremo Oeste: 217,1 mm (+ 63,1 mm);

Grande Florianópolis Litorânea: 99,2 mm (+10,6 mm);

Grande Florianópolis Serrana: 77,6 mm (-9,5 mm);

Litoral Norte: 108,1 mm (+13,1 mm);

Litoral Sul: 74,6 mm (-6,5 mm);

Meio-Oeste: 87 mm (+14,5 mm);

Oeste: 216,2 mm (+67,4 mm);

Planalto Norte: 134,6 mm (+20,2 mm);

Planalto Sul: 109,6 mm (+0,6 mm);

Vale do Itajaí: 98,4 mm (+0,6 mm).


Imagens





EDIÇÕES IMPRESSAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 20, número 60 - sala 01 = Loteamento Helena B. Morro
Apiúna  - SC - Brasil
89135-000

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro