SAÚDE

Caso de Febre Amarela no Paraná deixa Santa Catarina em alerta

A confirmação do caso de Antonina, devido a proximidade com nosso estado de Santa Catarina, causa preocupação

Nesta terça-feira, 29, foi confirmado pela Secretaria de Saúde do Paraná o primeiro caso de febre amarela daquele estado desde 2015.

Segundo a secretaria, um jovem de 21 anos morador de Antonina, no litoral do estado, está infectado com a doença. Ele está internado no Hospital Regional do Litoral com uma febre considerada leve e passa bem.

De acordo com a Prefeitura de Antonina, o rapaz se infectou em Guaraqueçaba, também no litoral do Paraná, onde ele esteve nos últimos dias.

A Secretaria de Saúde informou que o caso foi identificado no sábado, 26, quando técnicos do estado foram ao litoral para organizar estratégias de enfrentamento da doença em Antonina.

Até o momento, de acordo com o Governo do Estado, não foram encontrados mais macacos mortos, que são indicadores da presença da doença.

A confirmação do caso de Antonina, devido a proximidade com nosso estado de Santa Catarina, deixa o setor de Saúde em Alerta.

O secretário de Saúde Ascurra, Enilson Erley De Freitas, adverte quanto a importância da imunização, recomendando que todas as pessoas de 9 meses há 59 anos de idade sejam vacinadas.

"Para que essa medida seja tomada estamos intensificando as aplicações da vacina nas unidades de saúde. No sábado 23 de fevereiro a Unidade de Saúde Centro e Estação de Ascurra, estará atendendo dàs 08h às 12h e todos os dias durante o horário de atendimento dos Postos de Saúde." 

A VACINA É O ÚNICO RECURSO EFICAZ PARA EVITAR A DOENÇA. 
É GRATUITA E ESTÁ DISPONÍVEL EM TODAS AS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE. 




EDIÇÕES IMPRESSAS



COLUNISTAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 100 78 fundos sala 02, Loteamento Dona Helena Morro
Apiúna - SC - Brasil

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro