Robson.png

A crise política, econômica e os reflexos na aposentadoria.

O cidadão deve estar atento as possibilidades

Dr. Robson Pasquali

Sempre que se discute orçamento no país, os olhos de todos os políticos se voltam para a Previdência Social. Há quem diga que os benefícios sociais são quem impulsionam os gastos públicos, ledo engano.

Se analisarmos a Constituição Brasileira de 1988 mais precisamente no artigo 195, temos que “nenhum beneficio será criado ou majorado sem a indicação de fonte de custeio”. Em outras palavras, quando o legislador cria um benefício ele já indica de onde virá o orçamento para pagamento daquele benefício, se há benefício é porque há orçamento.

É importante ainda destacarmos que a maioria dos impostos que pagamos oriundos da aquisição de bens, serviços, consumo entre outros, estão inseridos impostos federais destinados para a Previdência Social.

Embora a Previdência Social seja um dos órgãos que mais arrecada, é um dos que mais gasta, não somente com benefícios, mas, porque os governantes costumam utilizar recursos desta área para outras, causando déficit.

Sempre que se fala em Reforma da Previdência, automaticamente pensamos em perda de benefícios, aposentadorias mais tarde, difícil acesso aos benefícios. Sim, isto está prestes a acontecer.

A tendência é que os próximos governantes estabeleçam idades mínimas ainda maiores para aposentadoria, falasse em 60 anos mulher e 65 anos homens, fazendo com que a população se mantenha ativa e contribuía por mais tempo.

O governo ao invés de exercer maior fiscalização nos benefícios concedidos, na cobrança de impostos, irá cortar direitos dos trabalhadores, dificultando ainda mais o acesso à aposentadoria.

Por este motivo, o cidadão deve estar atento as possibilidades de mudança, buscar orientação jurídica, e verificar se ainda vale a pena esperar mais tempo para se aposentar. Atualmente, em pouquíssimo tempo é possível assegurar sua aposentadoria, tanto no INSS, quanto por meio de Ação Judicial.

Faça as contas, planeje sua aposentadoria, procure um profissional de confiança, veja se tens insalubridade, tempo rural, ou algum outro tempo de serviço que lhe ajude a se aposentar mais cedo. 



EDIÇÕES IMPRESSAS



COLUNISTAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 100 78 fundos sala 02, Loteamento Dona Helena Morro
Apiúna - SC - Brasil

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro