Alan.png
QUALIDADE DE VIDA

Tirou férias da malhação

Veja como retornar à academia e recuperar o tempo perdido nos treinos, sem prejudicar a saúde

Para a maioria da população, as férias apenas representam um momento de pausa, lazer e muitas vezes de sedentarismo que até pode ser acompanhado de um aumento de peso ou perda de massa muscular.

Segundo um estudo realizado pela Universidade de British Columbia (Canadá), nós somos "fisiologicamente preguiçosos". A pesquisa mostrou que, quando realizamos qualquer esforço físico, o organismo trabalha tentando utilizar o mínimo esforço possível - ou seja, se você não tiver força de vontade, ele vai transformá-la numa eterna sedentária. Essa moleza fisiológica faz o metabolismo trabalhar cada vez mais devagar, estocando gordurinhas em locais indesejados. Outra pesquisa, desenvolvida pela Universidade de San Diego (EUA), concluiu que, quanto mais realizamos atividades sedentárias, como ficar no sofá vendo TV, mais os genes responsáveis pela obesidade atuam em nosso organismo - e, claro, mais engordamos.

E qual a forma correta de se recomeçar as atividades físicas sem lesões ou fadiga?

Tudo depende do quanto tempo à pessoa ficou parada. "Caso a pausa tenha sido de apenas uma semana, você pode continuar o treino de antes, mas vale a pena pegar um pouco mais leve nas cargas na semana do retorno." Porém, após há segunda semana sem treinar, as perdas passam a aumentar de forma mais significativa e na hora de retornar é melhor prestar mais atenção para não sobrecarregar. "É preciso analisar o que a pessoa fazia antes, no caso da musculação, é melhor mudar a intensidade do treino - pegar mais leves nas cargas - podendo até mesmo fazer um programa diferente nessa fase de readaptação." Para evitar lesões, o segredo é não ter pressa e buscar acompanhamento de um profissional que lhe de atenção e lhe ensine corretamente as técnicas de execução nos exercícios prescritos.

A quantidade de dias treinados durante a fase de readaptação também vai depender de quanto tempo a pessoa ficou parada. "Se estamos falando de um triatleta, por exemplo, que ficou parado três meses e quer voltar aos treinos como era antes da pausa, fica inviável considerar que ele retome o treino exatamente como era".

Ao retornar à prática de exercícios é possível sim treinar todos os dias. Porém, a pessoa passa por uma reorganização de atividade, para que não fique sobrecarregada nos dias de treinamento.

Treinamento Aeróbico

Se o seu exercício diário era a corrida e você ficou completamente parado por 10 dias, então a redução do seu desempenho será em torno de 10%. Para voltar à vida de corredor você pode começar reduzindo o tempo de exercício ou mesmo a intensidade com que ele é realizado. Fazer essa medida em km/h é uma ótima opção já que hoje há diversos aplicativos que fazem esse cálculo por você.

Outro bom marcador de intensidade e que serve para qualquer tipo de exercício aeróbico é o batimento cardíaco. Se você já utilizada um monitor de batimentos cardíacos para controlar o ritmo dos seus exercícios será bem mais fácil para retornar a rotina depois das férias. Você pode pedir a ajuda de um profissional para ajustar o seu ritmo.

Outros Fatores a Considerar

Apenas o tempo que você ficou parado não suficiente para determinar o seu ritmo inicial de retorno às atividades físicas. A forma como você se alimentou durante esse período, a ingestão de bebida alcoólica, o uso de cigarros, noites mal dormidas e o ganho ou perda de peso interferem significati-vamente no seu desempenho.

O ideal é que você faça uma nova avaliação com um personal e com um nutricionista. Esses dois profissionais poderão te ajudar a encontrar uma meta em determinado espaço de tempo. Dessa forma, os resultados serão rápidos e você retomará o mesmo ritmo de antes sem problemas.

Procure sempre o acompanhamento profissional para obter mais segurança e retornar as atividades da maneira correta. Comece com o pé direito.

Bom Retorno, Bons Treinos!!!

Referências:

Revista Corpo a Corpo | Ed. 314 postado em 11 03/2015 / 18h00 por Rebecca Nogueira   https://vilamulher.uol.com.br/bem-estar   https://malharbem.com.br





EDIÇÕES IMPRESSAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 20, número 60 - sala 01 = Loteamento Helena B. Morro
Apiúna  - SC - Brasil
89135-000

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro