Alan.png
QUALIDADE DE VIDA

Os principais efeitos do álcool para quem pratica exercícios físicos

O álcool tem um grande problema na dieta para a hipertrofia

Afinal, é mito ou verdade que o praticante de esportes não deve consumir álcool? Na realidade, não é proibido o consumo. Entretanto, é notado em diversas pesquisas que há um decréscimo em inúmeras atividades. 

As pessoas que praticam exercício físico e consomem uma quantidade significativa de álcool em vários períodos da semana apresenta uma deterioração da qualidade física. Isso se deve ao álcool diminuir a força, a velocidade, a capacidade cardiorrespiratória e a resposta muscular.

O álcool tem um grande problema na dieta para a hipertrofia (ganho de músculos) ele causa uma desidratação mais acentuada.

É lógico que tomar uma cerveja ou uma taça de vinho moderadamente não vai trazer grandes malefícios. O problema no que se refere ao álcool está no excesso de ingestão e a frequência.

No geral, indica-se que seja reduzido ao máximo a ingestão de bebidas alcoólicas na dieta para a hipertrofia.

Outro elemento, que não fora citado, é a terrível combinação de açúcar com gordura. Esta é uma combinação que devemos ao máximo evitar. Ela é altamente maléfica para nossa saúde em geral e prejudica também, os resultados.

Porém também é preciso salientar que a dieta é feita de rotina. Algumas exceções, vez ou outra, não trarão perdas significativas. Beber uma cerveja, em um aniversário ou festa, por exemplo, não vai te fazer perder o que conquistou. Em termos de dieta, o que faz a diferença mesmo é a regra e não a exceção.

Entenda sobre os prejuízos do álcool no ganho de massa muscular

Constantemente vemos que o álcool é prejudicial ao organismo. Mas onde ele verdadeiramente prejudica o corpo? Confira:

Desidratação constante: é a maior consequência da combinação. O efeito do álcool é totalmente prejudicial à função desempenhada pelos rins, promovendo perda significativa de água e eletrólitos, o suor e a urina são potencializados;

Arritmia cardíaca: pode ser provocada pelo rápido distúrbio ocasionado pela função renal que acaba "desperdiçando" água e eletrólitos por causa do álcool no organismo;

Ganho de peso: devido à grande quantidade de calorias em um copo de cerveja, por exemplo, é notado ganho de peso após poucos dias de análise sobre o consumo;

Hipoglicemia: o álcool possui um efeito de diminuição da glicose no organismo. A atividade física, por si só, já é um fator que contribui para isso. Misturado com o consumo de álcool, tem-se um efeito potencializado - e péssimo para o organismo. Essa ausência de glicose para queimar na atividade física provoca no corpo um efeito que o faz usufruir da proteína como fonte de energia (catabolismo);

Uma alta ingestão incontrolável de bebida alcoólica no dia anterior pode acabar causando deficiências graves de inúmeras vitaminas essenciais para o corpo. Entre elas, podemos citar: C, B1, B2, B6 e B12, todas fundamentais para quem deseja potencializar seus ganhos musculares. É praticamente impossível construir massa muscular se uma destas vitaminas estiver em deficiência no corpo.

Afetando também o quesito hormonal, o álcool interfere e age diretamente na hipófise e no hipotálamo, como também nos testículos.

Quem bebe em demasia acaba, inclusive, perdendo boa parte de suas características particularmente masculinas. Afinal, os testículos, por exemplo, são encarregados da produção do principal hormônio masculino, responsável, sobretudo pela força muscular.

Nas mulheres, isso também é agravado, causando problemas no metabolismo ósseo. Além disso, distúrbios menstruais ocorrem sem explicação aparente, além do alto desequilíbrio hormonal pelo qual o corpo feminino acaba passando. Para qualquer tipo de gênero, a diminuição da síntese proteica acontece de qualquer forma, seja a quantidade ingerida alta ou baixa.

Mas isso não é um grande problema para quem não é atleta e consome sua cervejinha algumas vezes na semana. Entretanto, para quem espera por resultados e costuma consumir álcool, deve-se ter consciência de que seus resultados serão mais lentos ou até fiquem estagnados.

Sempre procure a orientação de um bom nutricionista!

Bom Treino!!!

Referências:

Weineck, J. Biologia do Esporte. 2ª edição. São Paulo, Manole, 2000.

http://www.virtual.epm.br/material/tis/curr-bio/trab99/alcool/alcoolorganismo.htm

http://www.cbcm.com.br/modulos/artigos/descricao.php?cod=24

https://horadotreino.com.br/





EDIÇÕES IMPRESSAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 20, número 60 - sala 01 = Loteamento Helena B. Morro
Apiúna  - SC - Brasil
89135-000

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro