Alan.png
QUALIDADE DE VIDA

Não fazer exercício pode reduzir em até 10 anos a expectativa de vida

Especialista explica que o metabolismo do corpo humano funciona de forma diferente para carboidratos e gorduras

O exercício regular pode aumentar em até 10 anos a expectativa de vida e reduzir em até 50% a chance de desenvolver doenças crônicas, como câncer, diabetes e doenças cardiovasculares, segundo especialistas do Simpósio sobre Balanço Energético da Série Científica Latino Americana. 

- O controle inadequado do balanço energético é provavelmente a principal causa de obesidade que afeta a América Latina - disse o Dr. Fernando Lavalle, presidente do Comitê Científico responsável pela organização do simpósio.

 Durante o encontro, o especialista em Medicina Interna da Universidade de Rosário, na Colômbia, John Duperly, apresentou pesquisas sobre os benefícios da atividade física e mencionou que fazer uma hora diária de exercícios ativa cerca de 800 genes, que contribuem, por exemplo, para reduzir em até 50% o desenvolvimento de doenças fatais. Segundo ele, não há no mercado uma droga que substitua a prática de exercícios.

 Ele explicou que cinco intervenções no estilo de vida podem reduzir o risco de até 90% de desenvolver Diabetes tipo 2. Essas mudanças são: não fumar, ter um consumo moderado de álcool, comer cinco porções de frutas e vegetais, fazer pelo menos 150 minutos de exercícios físicos por semana, equivalente a meia hora por dia, e ter um peso adequado.

- Compreender o comportamento humano e mudá-lo é o maior desafio do balanço energético - disse Duperly.

 Já o pesquisador Eric Ravussin, diretor do Centro Biomédico Pennington de Pesquisa em Nutrição da Universidade da Louisiana, disse que um dos fatores determinantes para o ganho de peso da população é o aumento do consumo de gordura, que têm um maior impacto no desequilíbrio de energia e é mais nociva do que os carboidratos e açúcares.

 O especialista explicou que o metabolismo do corpo humano funciona de forma diferente para carboidratos e gorduras. Enquanto os primeiros vão para o fígado e servem para proporcionar energia ao músculo esquelético, as gorduras servem para aumentar o tecido adiposo. No entanto, segundo ele, é preciso mais estudos que tentem explicar o desequilíbrio entre a ingestão de calorias e o gasto energético:

- No meio ambiente há muitos gatilhos que podem disparar a obesidade e ainda há muitas coisas por saber.

Praticar exercícios regulares pode aumentar até 10 anos de vida

 Pessoas que praticam pelo menos duas horas e meia de exercícios por semana vivem, em média, até dez anos a mais.

 Que praticar exercícios faz bem á saúde todo mundo sabe. Mas um estudo da Queen's University, em Ontário, no Canadá, mostra que ser fisicamente ativo é sinal de uma vida mais longa, segundo informações do site Huffington Post. De acordo com o estudo canadense publicado no American Journal of preventive Medicine, pessoas que praticam pelo menos duas horas e meia de exercícios por semana vivem, em média, dez anos a mais.

 Além disso, as mulheres negras são as que mais se beneficiam das atividades regulares. "Fomos capazes de mostrar que, se as mulheres negras fazem uma hora de atividade, como corrida ou natação, é possível aumentar suas vidas por 11 horas", disse o autor do estudo Ian Janssen em um comunicado.

 Janssen analisou o estado de saúde dos norte-americanos entre os anos 1990 a 2006, incluindo as taxas de morte e pesquisas sobre atividade física.

 Embora não seja tão relevante quanto para mulheres negras, o estudo mostrou que homens caucasianos que eram ativos aos 20 anos ganhavam dois anos a mais de vida em comparação com os inativos. Enquanto isso, mulheres caucasianas ativas na mesma idade poderiam viver três anos a mais do que as demais.

 Ainda assim, o relatório não mostra se essas pessoas tiveram que permanecer ativas durante o resto de suas vidas para obter esses anos extras.

 De acordo com a nutricionista Rovenia M. Brock, a prática de exercícios é importante, mas é responsável apenas a 20% do aumento da longevidade e qualidade de vida. Os outros 80% correspondem à boa alimentação.

 Fique ligado e bora praticar exercícios físicos!

Referências: https://www.boasaude.com.br

https://www.terra.com.br/

http://oglobo.globo.com/saude/nao-fazer-exercicio-pode-reduzir-em-ate-10-anos-expectativa-de-vida-5847169






EDIÇÕES IMPRESSAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 20, número 60 - sala 01 = Loteamento Helena B. Morro
Apiúna  - SC - Brasil
89135-000

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro