Alan.png
QUALIDADE DE VIDA

A importância do exercício físico, cuidados básicos ao iniciar o exercício e como não fugir das temperaturas baixas

A prática de exercícios físicos envolve muito mais que estética

O corpo humano foi criado para o movimento, se você tem uma vida sedentária, está na hora de pensar em formas de se mexer mais. Ter uma vida ativa melhora seu bem-estar e evita inúmeras doenças. Escolha a atividade que mais te agrada e tente incorporar no seu dia a dia, seu corpo agradece! 

Para ter uma vida ativa e conseguir os benefícios que o exercício oferece, deve-se ter muita força de vontade, dedicação e paciência, principalmente no início da prática. Porém, o mais importante é adquirir o hábito.

A prática de exercícios físicos envolve muito mais que estética, uma vez que são inúmeros os benefícios proporcionados a quem pratica algum tipo de atividade.

Algumas pesquisas revelam que a prática de exercícios eleva o nível de alguns neurotransmissores no cérebro, responsáveis pelo nosso humor. Além de aumentar a produção de endorfinas, diminui a tensão muscular e baixa o hormônio do estresse. Estas mudanças, na mente e no corpo, podem melhorar a ansiedade, depressão, nervosismo e autoconfiança, melhorando assim o humor.

Os exercícios físicos podem ser agradáveis e não precisam ser tediosos. Algumas combinações podem tornar a prática de exercícios bem mais prazerosa que se imagina, como se exercitar acompanhado de um amigo, atividades diversas e em grupo.

A prática de exercícios físicos é benéfica e recomendada para pessoas de diferentes idades, uma vez que até mesmo a caminhada, que é uma atividade mais leve de ser praticada, traz melhorias não somente estéticas, como de condicionamento para o praticante.

Cuidados básicos que devemos seguir antes e depois das atividades físicas

Manter-se hidratado e bem alimentado, usar roupas confortáveis e fazer alongamento são cuidados que se deve ter para praticar qualquer atividade física

A prática de atividade física faz bem à saúde. Da escolha em fazer exercícios como corrida ou musculação até a organização do tempo para possibilitar deslocar-se para o trabalho ou escola, a pé ou de bicicleta, o cuidado com a saúde deve estar presente.

No entanto, existem alguns cuidados que devemos ter antes da realização de atividades físicas. A ausência desses procedimentos pode comprometer a qualidade da atividade e o bem-estar da pessoa.

Veja como se preparar para atividades físicas

 1. Mantenha-se hidratado e bem alimentado

A alimentação saudável é essencial para ter energia durante a atividade. Exercitar-se em jejum pode causar tontura ou desmaio. Mantenha-se hidratado e prefira ingerir água ao invés de bebidas açucaras ou isotônicos.

 2. Use roupas confortáveis

Nada melhor que deixar o corpo livre para realizar os movimentos. Atenha-se aos equipamentos de segurança como capacetes e joelheiras. Caso a atividade seja uma caminhada ou corrida, use tênis com meia para fixar o pé e prevenir torções.

 3. Faça alongamento

O alongamento avisa e prepara o corpo para a atividade física. Alongar antes e depois da atividade é importante para evitar lesões, além de ajudar a melhorar a performance.

 4. Busque orientação profissional sempre

Atividades físicas intensas, que promovem a alta performance aeróbica precisa ser prescrita e orientadas pelo profissional de Educação Física. Recomenda-se realizar exame clínico antes de empreender exercícios intensos, pois, sem orientação podem provocar lesões, dores, distensões e até a morte.

 5. Cuidados após a atividade

Alongar-se após a atividade física é tão importante quanto antes do exercício. Alimentar-se de maneira adequada após a prática de atividades físicas evita fraqueza e perda de massa magra (músculo).

Temperaturas baixas não devem desestimular a rotina de exercícios físicos

As temperaturas baixas que boa parte do país enfrenta nos meses de junho a setembro tendem a mudar a rotina dos praticantes de exercícios físicos e geram dúvidas sobre fazer ou não atividades ao ar livre durante o inverno. O médico Mauricio Milani, especialista em fisiologia do exercício e medicina do esporte, explica qual é a melhor maneira de manter o ritmo na estação com clima mais ameno.

Sobre as temperaturas baixas

"O frio não pode ser desculpa. Pior mesmo é o sedentarismo, que traz grandes riscos à saúde", ressalta Milani, que também é triatleta. "Em países com temperaturas bem mais baixas, as pessoas continuam se exercitando normalmente".

A diferença na hora de fazer atividade física no frio está nos detalhes, como vestimenta, aquecimento e alongamento.

 "A primeira atitude a ser tomada é se agasalhar bem. Depois, tome bastante cuidado com alongamento e aquecimento. Em baixas temperaturas, os tendões e musculatura estão mais rígidos, então demanda um alongamento um pouco mais cuidadoso. E vale lembrar que o alongamento não aquece o corpo. Como está mais frio, o praticante de atividade física deve fazer um aquecimento mais longo, num ritmo menos intenso. Se você vai correr, por exemplo, primeiro comece com uma caminhada, depois acelere um pouco o passo. Só quando o corpo estiver realmente aquecido, quando o fluxo sanguíneo aumentar, inicie a corrida", o mesmo serve para exercícios de força como musculação, um pré-aquecimento na esteira com uma boa caminha também é muito valido explica Milan.

Referências: https://www.ativo.com/ https://saudebrasil.saude.gov.br/ https://belezaesaude.com/





EDIÇÕES IMPRESSAS



1218217951.png

 

Cabeço Negro
Rua 20, número 60 - sala 01 = Loteamento Helena B. Morro
Apiúna  - SC - Brasil
89135-000

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Cabeço Negro